Arena em Betim: Análise do empreendimento

O mais lógico é aceitar o projeto, assumindo o Mineirão ao final do contrato com a Minas Arena

Em 21/06/2022 10:53

Arena em Betim: Análise do empreendimento

Muita água vai passar debaixo dessa ponte! Ainda assim, de forma preliminar, podemos dar alguns pitacos, analisar situações, contratos tempo, uso e projetar o futuro. De antemão, uma coisa é mais do que clara: aceitar o projeto de Medioli. Explico.

O Mineirão, hoje, só é válido para públicos acima de 25 mil pessoas. Isso para ficar no 0-0 em arrecadação. E jogar para não ter lucro não faz o menor sentido, principalmente porque a cada mês o Cruzeiro abre 30 dias precisando de ter, ao menos de 6 a 8 milhões de arrecadação para suprir seus gastos com manutenção de infraestrutura, logística, salários, encargos, processos, etc. Isso por baixo. Ou seja, jogar sem arrecadação e, principalmente, sem dinheiro de TV, o que ainda será um peso em 2023, mesmo com acesso, o Cruzeiro precisa de receitas novas. O sócio tem ajudado muito nisso, inclusive.

Diante disso, há alguns caminhos que Ronaldo e sua equipe podem trilhar. Em primeiro lugar, tentar ajustar custos com o Mineirão enquanto a Arena de Betim for construída. Em jogos menores (com previsão de público inferior a 25 mil), migrar para o Independência. E fazer isso por dois anos. 

O contrato entre Estado e Minas Arena foi muito bem amarrado, extremamente oneroso para o Estado, que viu uma empresa por 660 milhões num empreendimento e que vai pagar quase quatro vezes mais para ela numa gestão de 25 anos (até 2037), podendo ser prorrogada até 2045, o que não acredito que aconteça, pelos números que hoje estão sendo pagos. Contudo, falamos em pelo menos 15 anos de uma gestão que é extremamente cara para quem lá joga. O Cruzeiro, para se ter uma ideia, gasta algo entre R$ 600 mil e R$ 800 mil por jogo lá, a depender do público. No final das contas, a Minas Arena cobra um absurdo para abrir seus portões e depois limpar. Ela é incapaz de impedir vandalismos, de identificar agressores e assediadores, atos discriminatórios ou qualquer outro absurdo durante o evento. Cruza os braços e só vê a grana entrando no bolso.

Diante desse cenário ridículo que o Estado de Minas criou em 2012, quando tinha o papo de "padrão Fifa", que é um engodo e uma lástima - o Mineirão ficou pior do que era -, Minas Gerais viu seus dois principais times reféns da iniciativa privada. O rival, com seu patrocinador máster, empreendeu. O Cruzeiro, com sua nova gestão, pode empreender. A saída? Aceitar a proposta de Vitório Medioli, logicamente, discutindo todos os pontos. Mas conseguindo algo que seja bom para o clube. E se o estádio, no futuro, não for do clube - o que parece que não será, pois não vai requerer, se imediato, qualquer custo -, o Cruzeiro pode gerenciar o Mineirão. Mas nesses 15 anos, dois deles serviriam de construção da Arena e os outros 13 poderiam ser jogando em Betim. Ao final do contrato da Minas Arena com o Estado, o Mineirão poderia ser repassado ao Cruzeiro. 

É apenas uma ideia. Mas, talvez, a mais factível. Rompimento de contrato, não acredito, a não ser que se comprove fraude, o que será difícil. Há muito jogo político por trás, principalmente porque já tentaram abrir três CPIs e nunca conseguiram. E ninguém nunca deu explicação do porquê do arquivamento. 

Assim sendo, que o Cruzeiro continue no Mineirão ate 2024, início de 25, migre para Betim, jogue lá por tempo determinado e já deixe o Mineirão ajeitado para ser gerenciado ao final do contrato. O Mineirão pode ser nossa casa, a Toca III, mas as condições atuais nos fazem acreditar que podemos tocar um projeto paralelo, que tende a ser mais lucrativo e ajudar na reconstrução desse gigante chamado Cruzeiro.

Mas tudo depende das conversas de Ronaldo com Medioli. O melhor será feito, como já está sendo feito.

JOÃO VITOR VIANA  



Últimas Notícias




História

Títulos

Ídolos Celestes

Jogadores Clássicos

Torcida

Mantos Celestes

Clássicos

Cruzeirenses Ilustres

Estatísticas

Curiosidades

TV Nação

Humor

Cliques da Nação

Artistas Celestes

Gatas Celestes

Tabelas

Calendário de Jogos

Downloads